Querido conquista Bragança

Press Realese by Gabinete imprensa on Agosto 09, 2016

Campeonato Nacional de Trial 4x4 2016

Rui Querido conquista Bragança
Depois do sucesso de Chaves, o Campeonato Nacional de Trial 4x4 continua por Trás-os-montes. No fim desemana de 6 e 7 de agosto a caravana estacionou em Bragança pela primeira vez e conquistou os brigantinos.
Com muito calor, imenso pó e dificuldades acrescidas, a etapa de Bragança foi verdadeiramente uma provade resistência. Do lado da organização local, a vinda do Campeonato Nacional de Trial 4x4 até Bragança foi uma aposta ganha!
O campeão voltou
Rui Querido (Tibus Off Road/ Ladricolor/ STS) é o campeão em título da classe Proto, mas em 2016 ainda só tinha conseguido vencer em Mação. Sem problemas no Toyota, beneficiou da sua enorme experiência para ultrapassar uma pista muito dura e muito ténica. Foi o grande vencedor da jornada de Bragança ao dar 18 voltas à pista, as mesmas que António Henriques (Mister Reboques), mas gastou menos 6 minutos e 4 segundos. Nas contas do CNTrial 4x4 2016 Absoluto, quando faltam 2 jornadas para terminar o campeonato, António Henriques segue na frente com 57 pontos, seguido de Bruno Nunes (Npower 78 ) com 50 pontos e Rui Querido com 49 pontos.


Mais uma para Pedro Costa
Pedro Costa (Preparações Badinho 4x4) ganhou o prólogo durante a manhã e geriu muito bem o andamento durante as três horas de resistência. A 20 minutos da bandeirada xadrez ainda furou o radiador, mas conseguiu levar a Nissan Navarra a completar 16 voltas à pista.
Alguns problemas mecânicos ao nível dos travões e um furo no depósito de combustível fizeram António Silva (Canelas Pneus) perder algum tempo. Terminou com menos uma volta do que Pedro Costa.
A completar o pódio da classe Extreme ficou Pedro Alves (MonsTTer.pt/Cistus), que desta vez optou por fazer uma gestão diferente: mais cauteloso no início da prova e depois passou ao ataque. A estratégia estava a resultar e chegou mesmo a rodar no segundo lugar, no encalço de Pedro Costa. A duas voltas do fim partiu o semieixo de trás e logo a seguir uma homocinética à frente. Sem tração no carro ainda conseguiu assegurar o terceiro lugar e continua na luta pelo campeonato.
Quando entramos na segunda metade do campeonato Pedro Costa é o líder da classe Extreme com 1 pontode vantagem sobre António Silva. Pedro Alves é terceiro com 63 pontos.
Rui Querido vence pela segunda vez Como já referimos, Rui Querido (Tibus Off Road/ Ladricolor/ STS) fez o melhor resultado do dia. Por isso,além do primeiro lugar na Absoluto, conseguiu também o melhor resultado da sua classe – Proto. É o segundo ouro para Querido, depois da vitória em Mação.
António Henriques (Mister Reboques) consegue mais uma presença no pódio. Em Bragança furou um pneu e perdeu 10 minutos, numa pista “muito dura, muito difícil, com muita pedra escondida que nos obrigava a atenção redobrada”.
Quem não falha um pódio é Rui Rocha (Team Rj4x4). Em Bragança, à semelhança das duas provas anteriores, voltou a ter problemas com a direção do Toyota. Além disso ainda furou 2 pneus, os grandes castigados da etapa transmontana.
Depois de quatro provas o líder da classe Proto, com 5 pontos de vantagem sobre Rui Querido, é António Henriques.

Serrão voltou para vencer
O vencedor da classe Super Proto foi Alexandre Lemos (Team Serrão). O piloto de Macedo de Cavaleiros aproveitou o facto de correr bem perto de casa para conquistar o ouro. Os três furos, a falha dos intercomunicadores e a falta de bloqueio à frente desde o início da prova dificultaram o trabalho da Team Serrão, mas tornaram a vitória ainda mais saborosa. Nos treinos Luís Jorge (peçaslandrover.com) teve dois furos e não conseguiu fazer um bom tempo e porisso partiu em 13.º. A tarde começou como a manhã (com dois furos) e chegou a ser 12.º à geral. Resolveu acelerar e foi subindo na tabela. Ainda furou mais um pneu, mas conseguiu terminar em segundo lugar na Super Proto e quarto na Geral.
Bruno Cameirão (Cameirão 4x4/lusoconta) foi feliz em Bragança. O piloto optou por gerir o andamento numa fase inicial e atacar na segunda metade, terminando com o bronze da Super Proto.
Depois desta etapa em Bragança é Luís Jorge (peçaslandrover.com) quem lidera a classe com mais 1 pontodo que Bruno Nunes (Npower 78).
A vez de Manuel Morgado
Manuel Morgado (Jot4x/trial cars) estreou um novo motor do Nissan Patrol GR com uma vitória. Durante a resistência ainda partiu uma transmissão à frente, mas o esforço de toda a equipa mecânica fizeram com que atroca fosse muito rápida. Venceu com duas voltas de vantagem sobre o segundo classificado.
João Fernandes (Jovi Team) ainda chegou a andar na frente, mas rebentou um tubo de combustível a 20 minutos do fim e perdeu a liderança.
Hugo Tenreiro (Mister Reboques 2) partiu dois sticks o que condicionou bastante o seu andamento. Deu as mesmas 9 voltas do segundo classificado, mas gastou mais 12 minutos e 46 segundos.
Cumpridas 4 provas João Fernandes é o novo líder da classe de Promoção com 3 pontos de vantagem sobre Manuel Morgado.
João Lopes faz o tri
Chaves foi um desvio na trajetória de sucesso de João Lopes (JL Racing/Polaris/GRO/RPA & Filhos), mas em Bragança o piloto regressou às vitórias e conquistou a terceira vitória da temporada. O piloto de Torres Vedras continua, naturalmente, a liderar a classe UTV/Buggy agora com 10 pontos de vantagem sobre Domingos Diniz
As equipas têm agora as suas merecidas férias para recuperar as forças e as viaturas. No fim de semana de 8 e 9 de outubro a caravana do CNTrial regressa a Torres Vedras, onde se espera uma verdadeira multidão...dentro e fora de pista!

Classe Extreme
1.º Preparações Badinho 4x4 – Nissan Navarra – 16 voltas
2.º Canelas Pneus – Toyota Hilux – 15 voltas
3.º MonsTTer/Cistus – LR Defender – 14 voltas


Classe Proto
1.º Tibus Off Road/Ladricolor Team /STS – Toyota BJ40 – 18 voltas
2.º Mister Reboques – Proto XS5 – 18 voltas
3.º Team Rj4x4 – Toyota BJ40 – 13 voltas


Classe Super Proto
1.º Team Serrão – WRC – 17 voltas
2.º peçaslandrover.com – Proto XS5 – 17 voltas
3.º Cameirão 4x4/lusoconta – Defender BRXX – 16 voltas


Classe Promoção
1.º Jot4x/Trial Cars – Nissan Patrol GR – 11 voltas
2.º Jovi Team – Nissan Patrol GR – 9 voltas
3.º Mister Reboques 2 – UMM – 9 voltas


Classe UTV/buggy
1.º JL Racing/polaris/GRO/RPA& Filhos – Polaris RZR XP 1000 – 10 voltas
2.º Team Revi-clap – Polaris RZR 1000 – 1 volta


Classe Absoluto
1.º Tibus Off Road/Ladricolor Team /STS – Toyota BJ40 – 18 voltas
2.º Mister Reboques – Proto XS5 – 18 voltas
3.º Team Serrão – WRC – 17 voltas

 

 

 

Gabinete de imprensa:
press@cntrial4x4.com / 919 435 809